Quem sou eu

Minha foto
Vitória de Santo Antão, Pernambuco, Brazil
Sou metalúrgico aposentado,chaveiro autônomo, gosto de ler e escrever poesias. Visualizar meu perfil completo

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Extraído do blog PASSARINHO NO TELHADO


SEGUNDA-FEIRA, 14 DE JANEIRO DE 2013
Hoje é meu aniversário!!!

http://4.bp.blogspot.com/-Lk6VeaDkAnA/UPP73M0Z75I/AAAAAAAASnQ/0SVrCcoGEno/s320/parab%C3%A9nssheila.jpg

Li em algum lugar uma frase que me tocou muito: 

“Eu não tenho idade, tenho vida!”

Cada ano vivido, aprendo a lidar melhor com a vida
e a vivê-la com mais intensidade, mais paixão.
Aprendi e estou aprendendo a lidar com meu lado sombra
e a fazer brilhar meu lado luz.
Aprendi a lidar com os outros...a retribuir gentilezas,
a defender-me dos ataques,
a não dar tanta importância para o que não merece minha atenção.
Aprendi  que a opinião dos outros
é apenas a opinião dos outros e que isso não interfere em nada na minha vida,
se eu não permitir.
Aprendi que algumas pessoas se aproximarão
por querer me conhecer de verdade e outros nem tanto. 
Aprendei a ser mais gente,
a estender a mão quando me pedem ajuda,
a calar quando devo calar e a me afastar
quando as energias simplesmente não combinam mais.
Aprendi que tolerância é a chave mestra dessa existência..
.e que ter um coração agradecido diferencia os felizes e os infelizes.
Aprendi a ser a minha melhor amiga e a ficar do meu lado sempre...
e a dizer e ouvir um "não" com sabedoria...
Aprendi a evitar comparações pois isso sempre vai me colocar pra baixo.
Aprendi que não devo esperar muito dos outros...bem pelo contrário,
devo esperar pouco, bem pouquinho para ter agradáveis surpresas
ao invés de decepções...
Aprendi a manter a calma,  a me dar colo...e a pedir ajuda quando o esse colo
não for o suficiente.
Aprendi a ouvir e a confiar na minha intuição... ela é a voz de Deus em mim!
Aprendi que eu não tenho nada...tudo é ilusão...
eu só tenho a mim e só terei a mim pela eternidade
Só envelhecemos de fato, quando nos fechamos para a vida e para o novo.
Quando ficamos radicais, impacientes e  inflexíveis...
quando nos conformamos com nossa infelicidade. 
Por isso que eu não tenho idade, tenho vida!
Cada ano que passa aprendo a lidar melhor com ela...e quando mais aprendo
mais ela me preenche...

3 comentários: